top of page
  • Foto do escritorLuis Piccardi

Uma atualização muito pedida do iPhone pode ser anunciada em alguns dias...

Para essa o pessoal está ansioso.


Depois de alguns anos presente em diversos smartphones Android, o recurso always-on display ("tela sempre ativa") deve chegar ao iPhone. A informação vem de Mark Gurman, da Bloomberg, que também aponta para o iOS 16 como o responsável por levar a ferramenta para o iPhone 14 Pro e o modelo mais potente e caro da Apple para este ano, o iPhone 14 Pro Max.


O always-on display é um recurso responsável por deixar alguma informação disponível na tela de um dispositivo, sem nenhuma interrupção. Ele já existe em uma série de celulares com o sistema operacional Android, chegou ao Apple Watch com o Series 5 e deve finalmente dar as caras nos aparelhos sucessores dos iPhones 13 Pro e Pro Max.


Para não consumir muita energia, já que a tela ligada é forte vilã da autonomia, é esperada uma mudança no display utilizado pela Apple e que deve chegar no iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max. Este tipo de painel deve ser um LTPO parecido com o do Apple Watch, capaz de reduzir a atualização para justamente beber menos bateria.



iPhone 13 quase já ganhou always-on display


O iPhone já usa OLED faz algum tempo e este tipo de tela também ajuda na economia de energia. Em todos os casos do always-on display, seja no Android ou mesmo no Apple Watch, apenas uma parte pequena da quantidade de pontos de luz é ativada para exibir a hora e alguma notificação, mantendo o restante da área desligada – literalmente.


Teoricamente o iPhone 13 Pro, junto de seu irmão com sufixo Max, também pode exibir esse tipo de informação, pois sua tela consegue ser atualizada entre 10 e 120Hz. O problema ainda está no consumo de energia, já que no Apple Watch o mesmo recurso consegue fazer com que o always-on display mude algo no painel poucas vezes por minuto – não 10 vezes por segundo, no caso dos 10Hz.

Comentarios


bottom of page